sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Stuart Hamm

Track list e line-up nos comentários.


Formado na Berklee School of Music em Boston, ex-professor do BIT (Bass Institute of Technology) em Los Angeles - Stuart Hamm é muito conhecido por seu trabalho solo (os cinco CDs postados aqui), por ter gravado três CDs de Joe Satriani, dois de Steve Vai, quatro de Frank Gambale, excursionado com Satriani e com o G3, dentre outros trabalhos.

Discografia:


(1988) Radio Free Albemuth


[RS] [34MB]



(1989) Kings of Sleep


[RS] [54MB]



(1991) The Urge


[RS] [69MB]



(2000) Outbound


[RS] [44MB]



(2007) Live Stu x 2
[Café Du Nord - San Francisco - 10/05/04]
[World Café - Philadelphia - 20/04/2006]


[RS] [137MB]

9 comentários:

Ser da Noite disse...

Track list:

(1988) Radio Free Albemuth
1. Radio Free Albemuth 5:06
2. Flow My Tears 8:19
3. Dr. Gradus Ad Parnasum 3:00
4. Sexually Active 7:48
5. Simple Dreams 4:03
6. Country Music (A Night in Hell) 3:42
7. Moonlight Sonata 4:53


(1989) Kings of Sleep
1. Black Ice 4:23
2. Surely the Best 5:19
3. Call of the Wild 4:41
4. Terminal Beach 3:57
5. Count Zero 4:13
6. I Want to Know 5:39
7. Prelude in C 2:30
8. Kings of Sleep 8:23

(1991) The Urge
1. Welcome to My World 1:36
2. The Hammer 4:53
3. Who Do You Want Me to Be Today? 6:07
4. If You're Scared, Stay Home! 5:32
5. Our Dreams 6:05
6. Lone Star 7:24
7. Quahogs Anyone? (119, 120 Whatever It Takes) 6:12
8. The Urge 7:09
9. As Children 6:01

(2000) Outbound
1. Outbound 4:52
2. ... Remember 4:45
3. The Castro Hustle 5:46
4. Star Spangled Banner 2:38
5. The Memo 5:38
6. The Tenacity of Genes and Dreams 8:00
7. Charlotte's Song 3:29
8. Better World 6:06
9. Further Down Market 3:12
10. Lydian (Just Enough for the City) 5:17

(2007) Live Stu x 2
1. Intro 1:16
2. Terminal Beach 4:03
3. Katahdin 6:41
4. Outbound 4:55
5. Nostalgia 2:01
6. Flow My Tears 8:01
7. Radio Free Albemuth 5:02
8. Lone Star 7:32
9. Intermission 0:18
10. Te Extrano 6:57
11. Yellow Happy 6:48
12. A New Peace 6:20


Line-up:

(1988) Radio Free Albemuth
Stuart Hamm - Bass guitar
Allan Holdsworth - Electric Guitar
Joe Satriani - Electric Guitar
Mike Barsimanto - Drums
Amy Knoles - Percussion
Scott Collard - Keyboards
Glen Freundl - Keyboards
Tommy Mars - Keyboards

(1989) Kings of Sleep
Stuart Hamm - Bass guitar
Harry Cody - Electric Guitar
Buzzy Feiten - Electric Guitar
Jonathan Mover - Drums
Amy Knoles - Percussion
Scott Collard - Keyboards

(1991) The Urge
Stuart Hamm - Bass guitar, Piccolo Bass, Vocals, Background Vocals, Keyboards
Eric Johnson - Electric Guitar
Harry Cody - Electric Guitar
Buzzy Feiten - Electric Guitar, Additional Vocals
Dawayne Bailey - Electric Guitar
Steve Recker - Electric Guitar
Micajah Ryan - Acoustic Guitar
Jonathan Mover - Drums, Vocals
Steve Smith - Drums

(2000) Outbound
Stuart Hamm - Bass, Keyboards
Judah Gold - Guitar
Mark McGee - Guitar
Steve Smith - Drums


(2007) Live Stu x 2
Stuart Hamm - Bass, Keyboards
Jude Gold - Guitars
John Mader - Drums

Anônimo disse...

SEM COMENTARIOS.....FALAR O QUE..
UM BAIXISTA DESSES E ESPETACULAR DE SE OUVIR E UM SOM PURO OTIMO ESPETACULAR......BRANCO HEAVY,FUIIII

Ser da Noite disse...

O Hamm é realmente espetacular, Branco. Divirta-se.
[ ]s

Pedro Felipe disse...

Olá Ser

Estava baixando a discografia do Mountain (excelente, por sinal), e, no disco Nantucket Sleighride, percebi que, a partir da segunda música, há um erro na nominação dela e na das demais, salvando-se, obviamente, apenas a primeira.

Pesquisando sobre os nomes, e raciocinando sobre eles, descobri o seguinte: Quando as músicas foram gravadas, "uniram" a segunda música ("Taunta (Sammy's Tune)") à terceira ("Nantucket Sleighride"), porém deram à esta junção apenas o nome da segunda, quando o correto seria dar além do nome da segunda, o da terceira, devendo ficar assim: "Taunta (Sammy's Tune)/ Nantucket Sleigride."

Por conseguinte, a terceira música postada ("You Can't Get Away") tem o nome "Nantucket Sleighride" e, assim, as seguintes músicas tem todas o nome de suas sucessoras, tanto que na última música (com o nome Travellin' In The Dark) na verdade é "The Great Train Robberry".

Creio que o motivo de terem "unido" "Taunta (...)" à "Nantucket (...)" é o fato de a primeira possuir apenas um minuto de duração, sendo assim conveniente usá-la como introdução à seguinte, que é muito boa.

Agradeço a atenção e espero que o erro seja corrigido, uma vez que seu blog é excelente, e essa qualidade não pode ser prejudicada devido a uma falha mínima, mas considerável.

Obrigado!

Ser da Noite disse...

Valeu pela informação, Pedro Felipe. Vou acertar o post.
[ ]s

cvmoreira disse...

Quando era mais novo, meu sonho era tocar baixo, principalmente musicas do Rush e deste excelente Hamm, porém desisti cedo. Mas ouvir o som deste cara é coisa de outro mundo, ainda mais tomando uma CUBA.
Obrigado mais uma vez!
Cristiano Valério

Ser da Noite disse...

Então, Cristiano, abre mais uma garrafa de rum que vou lhe acompanhar nessa.
Saúde.
[ ]s

Fox disse...

Estes Allisons são brutais. Epá, se eu tocasse assim era feliz!

Já agora, o pai do Bernard, o Luther Allison foi uma "legenda" do Chicago Blues? Ou será que foi uma "lenda"? Vocabulário inglês no inglês, e vocabulário português no português, por favor.

Ser da Noite disse...

Fala, Fox.
Saiu legenda! Falha nossa. Vou acertar. Enquanto isso, divirta-se com os links.
[ ]s