sexta-feira, 11 de março de 2011

Susan Tedeschi


A aparência dócil e infantil da mocinha na capa pode ser enganadora: quem já ouviu o tipo de furacão que Susan consegue criar com sua abençoada garganta sabe que a garota esconde uma fera dentro de si. Surgida na segunda metade dos anos 90 como um dos novos talentos que procuravam revitalizar o blues, estilo jurássico muitas vezes considerado como obsoleto em relação a seu mais famoso filhinho, Susan Tedeschi vem se transformando num das forças mais explosivas do estilo na atualidade. Transpirando uma paixão inegável pelas formas mais básicas e consagradas de bluezera, a moça juntou uma boa dose de rockão clássico e de sensibilidade baladeira na receita, empunhou sua guitarra com uma competência poucas vezes antes vista numa mulher, tacou por cima sua bela voz capaz de estourar vidraças e saiu-se com um resultado que - apesar de pouco original e pouco pretensioso - enche os ouvidos de prazer e a vida de excitação.

Principalmente por ser mulher e branquela, ela chega derrubando alguns dos estereótipos sempre vinculados ao blues. Grande parte dos maiores nomes da história do estilo - B.B. King, John Lee Hooker, Muddy Waters, Albert King, Howlin Wolf, Buddy Guy, Robert Johnson, Skip James, Junior Wells etc. - tinham em comum a pele negra. As mitologias (sempre abundantes no reino do blues) diziam que era preciso, para ser um verdadeiro bluesman, ter sentido nos ossos o sofrimento e a humilhação, que seriam depois expiados e transfigurados através da expressão musical. Não é à toa que em inglês a palavra "blues" é gíria pra designar estados melancólicos e depressivos. A "alma africana", vítima da tortura de séculos, seria então lugar privilegiado para que vicejasse a semente dessa música básica e dolorida que transforma o sofrimento em ascensão.

Uma nova geração de artistas surgidos na década de 90 tentou questionar esse axioma que dizia que bom blues só sai da garganta de um negão. Clapton, Stevie Ray Vaughan e Janis já haviam inserido seus nomes na história do estilo e eram branquelos de exceção que demonstravam qualidades comparáveis àquelas dos grandes mestres. A nova geração tinha como principais nomes Johnny Lang, Kenny Wayne Sheperd e a própria Susan, figuras importantes do revival de blues-rock na última década. Muito inspirada por Janis Joplin e Bonnie Raitt (mas também por Bob Dylan, Muddy Waters, velharias gospel e R&B, entre outras coisas), Tedeschi chegou pra mostrar que pra mandar bem não era necessário exatamente ser um bluesMAN (por que não uma bluesWOMAN?) e nem tampouco ser negão.

Susan (nascida em 1970, na região de Boston), começou a fazer-se notar após o lançamento de seu segundo álbum de estúdio, esse Just Won't Burn, de 1998. O álbum, lançado por uma pequena gravadora local de Boston (Tone Cool), transformou-se num surpreendente sucesso comercial à base de publicidade boca-a-boca e vendas nas saídas dos shows. Com pouco respaldo da mídia e da MTV, o álbum teve uma vendagem estimada em 600.000 cópias, quantia bastante considerável para uma nova artista de blues. Em 2000, Susan foi indicada pela primeira vez ao Grammy ("o Oscar da Música") como artista revelação, tendo como competidores Britney Spears, Macy Gray, Kid Rock e Christina Aguilera. Por uma daquelas injustiças grotescas que somente o Grammy é capaz de cometer, Susan conseguiu perder o prêmio mesmo estando em meio à tão má companhia. Mas a indicação foi o bastante para chamar a atenção da imprensa especializada. A Rolling Stone, por exemplo, declarou que sua música representava "uma vitória para qualquer um procurando por um oásis rock and roll em meio ao árido território perdido do pop-teen". Mais duas indicações ao prêmio se seguiriam nos anos subsequentes: o de Melhor Performance Vocal Feminina em 2003 e Melhor Álbum Contemporâneo de Blues, por "Wait For Me", em 2004. Não é nenhum absurdo supor que ela tem grandes possibilidades de tomar o mainstream de assalto logo logo: não só pelas qualidades intrínsecas de sua música, mas também por ser uma baita loiraça - ou seja, tem aquela bela aparência que é quase condição sine qua non pra ser um pop star hoje em dia. Susan não é só uma delícia para os ouvidos, mas agrada sobremaneira ao olhar. Altas voluptuosidades, por assim dizer. A indústria, que não é boba nem nada, não deve ficar parada por muito mais tempo vendo uma ótima chance escapulir. Abrindo shows pra gente de peso (como Rolling Stones, Bob Dylan, B.B. King e Allman Brothers), a moça já vai lentamente se consolidando como uma diva do blues.

Just Won't Burn, segundo álbum dela (o primeiro se chama Better Days e saiu em 95), traz uma série de releituras de clássicos do blues ("Little By Little" de Junior Wells, "Angel Of Montgomery" de John Prine, e o "standard" "Mama, He Treats Your Daughter Mean") lado a lado com composições originais (algumas da própria Susan, outras de seu colega de banda Tom Hambridge). Entre estas últimas, destacam-se "Rock Me Right" (blues-rock contagiante, que se tornou um improvável semi-hit nas rádios paulistanas anos atrás [principalmente na Brasil 2000]), "It Hurt So Bad" (um exercício jopliano de catarse, numa performance vocal lotada de berros e gemidos impressionantes) e a balada "Looking For Answers" (uma espécie de diálogo metafísico de Susan com o Todo-Poderoso, onde ela diz: "Lord, I love you in so many ways / Lord, I love you each and every day / But now's the time I must ask you why / Why must we live and why must we die? / I'm looking for answers / Looking for answers and nobody knows / Looking for answers from above, not from below...").

Complementada por uma banda competente (com os tradicionais baixo-batera-e-harmônica), Susan dá um show na guitarra, sem precisar da ajuda de pedaleiras ou grandes efeitos de produção, e surpreende principalmente pela potência de sua voz. Ela berra de excitação, geme de dor e urra "com suficiente estrondo sensual para quebrar garrafas de uísque e despregar as folhas das árvores", como disse Timothy White. O tipo de cantoria que condena todos que se aventurarem a um singalong a perder o gás e abandonar a empreitada. Susan não é apenas uma cantora: sua vocalização é uma PERFORMANCE apaixonada, cheia de groove, sensualidade e oscilações entre leveza e explosões. É como se dissesse que não basta um bom pulmão e uma garganta sadia para bem cantar: é preciso que o pulsar do coração faça correr no sangue o combustível essencial para a manufatura do blues: o tesão. Já pediram pr'ela definir sua música e ela se saiu com essa bonita pérola de simplicidade, recusando rótulos e classificações: "It's all music that comes from the soul"... É só isso mesmo.

Só!

Eduardo Carli de Moraes



DISCOGRAFIA


1988 - Just Won't Burn


01 - Rock Me Right 04:27
02 - You Need To Be With Me 03:05
03 - Little By Little 03:49
04 - It Hurt So Bad 04:50
05 - Found Someone New 02:56
06 - Looking For Answers 05:14
07 - Can't Leave You Alone 03:02
08 - Just Won't Burn 04:46
09 - (Mama) He Treats Your Daughter Mean 04:44
10 - Angel From Montogmery 05:23
11 - Friar's Point 04:21


Susan Tedeschi - Guitar, Piano, Rhythm Guitar, Vocals, Slide Guitar
Annie Raines - Harmonica
Sean Costello - Guitar, Rhythm Guitar
Tim Gearan - Slide Guitar
Adrienne Hayes - Guitar, Electric Guitar, Rhythm Guitar
Jim Lamond - Bass
Norm DeMoura - Bass
Mike Levesque - Drums
Tom Hambridge - Percussion, Drums, Tambourine, Timbales, Background Vocals
Tom West - Organ, Piano, Hammond Organ
Ian Kennedy - Fiddle
Tino Barker - Baritone Saxophone
Gordon Beadle - Tenor Saxophone


[HotFile] [120Mb @320kbps]




1997 - Better Days


01 - It's Up To You 04:24
02 - Gonna Write Him A Letter 03:07
03 - Love Never Treats Me Right 02:15
04 - It Hurts Me Too 05:06
05 - Locomotive 04:32
06 - You're On My Hair 04:15
07 - Better Days 06:46
08 - Hound Dog 04:07
09 - I Don't Want Nobody 03:02
10 - Ain't Nobody's Business 07:38


Susan Tedeschi - Guitar, Guitar (Rhythm), Vocals
Adrienne Hayes - Guitar, Guitar (Rhythm), Slide Guitar
Annie Raines - Harmonica
Jim Lamond - Bass
Mike Aiello - Drums


[HotFile] [83Mb @320kbps]




2002 - Wait For Me


01 - Alone 04:22
02 - Gonna Move 04:24
03 - Wrapped In The Arms Of Another 03:04
04 - 'til I Found You 03:33
05 - Wait For Me 04:48
06 - Feeling Music Brings 07:16
07 - In The Garden 03:43
08 - Hampmotized 03:11
09 - Don't Think Twice 04:44
10 - I Fell In Love 03:30
11 - Blues On A Holiday 03:03


Susan Tedeschi - guitar, electric guitar, rhythm guitar, vocals
Paul Ahlstrand - tenor saxophone
Scott Aruda - trumpet
Tino Barker - tenor saxophone
Kevin Barry - acoustic guitar
Gordon Beadle - baritone saxophone
Joe Bonadio - drums
Kofi Burbridge - organ, piano
Dean Cassell - bass
Jason Crosby - organ, piano, violin, keyboards
Drew Glackin - bass
Col. Bruce Hampton
Johnnie Johnson - piano
Dave Mattacks - drums
David McNair - bass, rhythm guitar
Ron Perry - bass
Annie Raines - harmonica
Milt Reder - electric guitar
Paul Rishell - guitar
Yonrico Scott - percussion, drums
Noah Simon - mellotron
Jeff Sipe - drums
Todd Smallie - bass
Derek Trucks - guitar
Tom West - organ


[HotFile] [82Mb @256kbps]




2004 - Live From Austin, TX


01 - You Can Make It If You Try 02:17
02 - The Feeling Music Brings 05:20
03 - Alone 03:49
04 - Wait For Me 05:59
05 - Hampmotized 07:41
06 - Love's In Need Of Love Today 04:17
07 - Don't Think Twice, It's All Right 04:34
08 - Voodoo Woman 05:37
09 - In The Garden 03:51
10 - Gonna Move 04:57
11 - Wrapped In The Arms Of Another 03:06
12 - It Hurt So Bad 06:02
13 - Lost Lover Blues 08:25
14 - I Fell In Love 04:46
15 - Angel From Montgomery 06:34


Susan Tedeschi - Guitar, Vocals
William Green - Hammond B3, Organ, Hammond, Vocals
Ron Perry - Bass, Vocals
Jeff Sipe - Drums, Vocals


[HotFile] [117Mb @320kbps]




2005 - Hope & Desire


01 - You Got The Silver 02:52
02 - Soul Of A Man 03:17
03 - Lord Protect My Child 04:45
04 - Tired Of My Tears 02:44
05 - Share Your Love With Me 03:50
06 - Evidence 03:43
07 - Sweet Forgiveness 04:49
08 - Security 02:57
09 - Loving You Is Sweeter Than Ever 03:58
10 - Magnificent Sanctuary Band 03:00
11 - Follow 06:49
12 - The Danger Zone 02:43


Susan Tedeschi - vocals
Doyle Bramhall II - acoustic guitar, electric guitar
Derek Trucks - electric guitar, dobro
David Palmer - piano, electric piano, Hammond b-3 organ
Jebin Bruni - Hammond b-3 organ
Paul Bryan - bass guitar
Jay Bellerose - drums, percussion
Niki Harris - background vocals
Blind Boys Of Alabama - background vocals
Jean McClain - background vocals


[HotFile] [84Mb @256kbps]




2008 - Back To The River


01 - Talking About 04:23
02 - 700 Houses 04:38
03 - Back To The River 03:57
04 - Love Will 03:49
05 - Butterfly 04:09
06 - People 03:26
07 - Learning The Hard Way 04:39
08 - Revolutionize Your Soul 04:46
09 - True 03:21
10 - There's A Break In The Road 03:28
11 - Can't Sleep At Night 03:53


Susan Tedeschi - Guitar, Vocals, Vocals (bckgr)
Derek Trucks - Guitar (Electric), Slide Guitar
Josh Schwartz - Guitar (Acoustic), Guitar (Electric)
Dave Yoke - Guitar (Electric)
Doyle Bramhall II - Guitar (Electric), Vocals (bckgr), Slide Guitar
Brendan O'Brien - Guitar (Electric)
Gary Louris - Guitar (Electric), Vocals (bckgr)
Matt Slocum - Organ, Mellotron, Fender Rhodes, Wurlitzer, Piano (Grand)
Ted Pecchio - Bass
Tyler Greenwell - Percussion, Drums
George Drakoulias - Percussion, Vocals (bckgr)
Alex Budman - Sax (Baritone), Sax (Tenor)
Robert Walter - Clavinet
Rob Hardt - Sax (Baritone), Sax (Tenor)
Jamie Hovorka - Trumpet
Jeremy Levy - Trombone
Kyle Newmaster - Trumpet, Flugelhorn
David Bianco - Vocals (bckgr)
Julia Waters - Vocals (bckgr)
Maxine Willard Waters - Vocals (bckgr)

by Sasquepola
[MegaUpload] [60Mb @320kbps]


EXTRAS


Imagem ilustrativa. Não corresponde à capa do álbum.
2003 - Mardis Gras in Galveston, TX
[March 01, 2003] [bootleg soundboard]


01 - Intro > You Need To Be With Me 04:21
02 - In The Garden 04:34
03 - You Can Make It If You Try 02:29
04 - Wait For Me 05:09
05 - Feeling The Music Brings 06:09
06 - Move Away From Here 05:12
07 - Alone After Midnight 08:35
08 - Hampnotized 07:33
09 - Looking For Answers 06:50
10 - It Hurt So Bad 06:57
11 - So Alone 04:11
12 - Mama, He Treats Your Daughter So Mean 06:11
13 - Loves In Need Of Love Today 05:26


[HotFile] [154Mb @320kbps]




Susan Tedeschi & Double Trouble
1999 - Recorded Live @ The Pier In Seattle
[June 26, 1999] [bootleg soundboard]


01 - Rock Me Right 04:38
02 - Thats The Way I Feel 05:24
03 - Love Never Treats Me 02:25
04 - You Need To Be With Me 03:43
05 - Muleskinner Blues 04:04
06 - Just Wont Burn 06:08
07 - Cant Leave U Alone 03:41
08 - Voodoo Woman 05:58
09 - Wait For Me 04:52
10 - Hurts So Bad 03:33
11 - Lookin 4 Answers 06:07
12 - Angel From Montgmry 06:06
13 - Find Me A Man 08:12
14 - Oh, How I Miss You So 05:51
15 - That's The Way I Feel 03:49


[HotFile] [99Mb @192kbps]




Imagem ilustrativa. Não corresponde à capa do álbum.
Derek Trucks & Susan Tedeschi
2010 - Soul Stew Revival
Live at Ford Amphitheater on 15-06-2007
[bootleg audience]


01 - Stand Back 05:42
02 - Little By Little 07:18
03 - I Wish I Knew 07:44
04 - Blind Crippled And Crazy 08:05
05 - Cold Day In Hell 06:02
06 - Tell The Truth 07:34
07 - Walking Blues 02:24
08 - Soul Of A Man 04:01
09 - Meet Me In The Bottom 04:49
10 - Locomotive 04:21
11 - You Got The Silver 03:30

Disc 1
[RapidShare] [139Mb @320kbps]


Disc 2
[RapidShare] [120Mb @320kbps]

7 comentários:

Petrus Heligan disse...

parabéns pelo post, Susan Tedeschi é uma grande cantora e guitarrista ; Collective Collection já ta sacramentado pra mim como blog de música de qualidade.

Queria palpitar em um detalhe : vocês poderiam colocar a nossa galera blueseira tupiniquim aqui no blog , e de quebra mostra outros nomes da américa latina, o que acham ? Se quiser posso ajudar com minha humilde coleção...

Abraços aos frequentadores, vida longa ao blog !

Ser da Noite disse...

Valeu pelo comentário, Petrus.

Quanto à galera bluseira tupiniquim, nada contra, muito pelo contrário. Já postei, lá no SdN alguns trabalhos deste pessoal.

Se vc quiser compartilhar seus discos conosco, é só mandar os links para ser-da-noite@oi.com.br.

{ ]s

guinea pig disse...

Thanks!

Ser da Noite disse...

you're welcome, guinea pig.
Have fun.
[ ]s

Anônimo disse...

All Links dead, any chance of a re-up?

nora disse...

Além de linda, faz um som maravilhoso, feeling total mas com grande qualidade técnica..

Eduardo disse...

OLÁ,BOA TARDE!! QUERIA LHES AVISAR QUE OS LINKS ESTAO OFF,E TAMBÉM DAR UMA SUGESTÃO...BOM,SUGIRO QUE VCS UPEM PARA O MEDIAFIRE,POIS O HOTFILE EXCLUI MUITOS RAPIDO OS ARQUIVOS! OBRIGADO PELA ATENÇÃO!!! ATÉ MAIS...